Processo Trabalhista

em seu Processo Trabalhista a CWM está junto com você.

processo-trabalhista Quando o empregado tem algum problema com o empregador, e se ambas as partes não chegam a um acordo, o funcionário pode recorrer à lei, e entrar com um processo trabalhista ou com uma ação trabalhista. Ou seja, se houver uma violação no contrato de trabalho, da empresa para com o trabalhador, é dever da Justiça do Trabalho defender os direitos dos trabalhadores.

A maioria das ações movidas pelos empregados é de dispensa pela empresa sem receber rescisão do contrato, dispensa sem registro na carteira, falta de pagamento de horas extras tanto em dinheiro como em folga, exposição por danos morais, ou ainda acidente de trabalho movido por falta de equipamento de segurança.

Os trabalhadores autônomos que mantêm vínculo direto com a empresa também podem entrar com processos trabalhistas se deixarem de receber por algum serviço prestado, ou por falta de reconhecimento do vínculo empregatício.

Caso você queira entrar com uma ação trabalhista na Justiça, a primeira providência a ser tomada é entrar em contato com a CWM e contratar um bom advogado

Segundo o Direito, o processo trabalhista pode ser do tipo rito sumaríssimo, quando a causa é mais simples. Ele atende os trabalhadores com causa de até 40 salários mínimos. O processo é mais rápido, e num prazo de 30 dias as partes serão chamadas para depor, tendo direito a duas testemunhas cada uma. As provas devem ser apresentadas na audiência, que é única, e a sentença já é dada na audiência.

Já o processo trabalhista do tipo rito ordinário atende os casos mais complexos. Normalmente o número de testemunhas é de três pessoas, porém pode chegar a seis. Em casos de inquérito de apuração de falta grave, a sentença necessita de relatórios e pode haver mais de uma audiência. Esse processo atende causas superiores a 40 salários mínimos.

Comentários
    Arquivos
    Categorias
    • Nenhuma categoria